Polícia civil descobre quadrilha que produzia fake news em Iguatu



Uma equipe de investigação da Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu/CE, através da Divisão de Combate aos Crimes Cibernéticos, concluiu uma investigação de quase 06 (seis) meses de duração e elucidou o caso de mais um perfil fake que atuava na cidade de Iguatu/CE.

Na campanha política para Prefeito e Vereador do ano de 2016, foi criado na Rede Social FACEBOOK um perfil falso (fake) denominado “FRANCISCO PIMENTA” que tinha como principal objetivo realizar postagens caluniando, difamando e denegrindo a imagem do Deputado Estadual AGENOR NETO e de pessoas ligadas ao seu grupo político. Em contrapartida, o perfil realizava publicações com o intuito de BENEFICIAR e FAVORECER os adversários do referido Deputado, além de influenciar e manipular a opinião pública com postagens de tema político. O perfil ficou bastante conhecido na cidade e alcançou cerca de 5.000 (cinco mil) seguidores e suas postagens tiveram uma grande repercussão e alcance em Iguatu e região. O perfil esteve ativo realizando publicações e postagens por pouco mais de 03 (três) anos e no início do ano de 2019 foi excluído.

O Delegado Regional de Iguatu/CE, Dr. MARCOS SANDRO coordenou as investigações e designou o Delegado WESLLEY ALVES e sua Equipe para ficarem à frente do caso. A POLÍCIA CIVIL de Iguatu/CE já vinha monitorando a atuação do citado perfil fake há alguns meses e no início do ano de 2019 desencadeou uma série de ações com o fim de elucidar o caso. Com o apoio da Justiça da Comarca de Iguatu/CE foi decretada a Quebra do Sigilo de Dados do perfil e em seguida, com o apoio da Empresa FACEBOOK, a EQUIPE conseguiu informações básicas, como as datas e as horários exatos dos acessos ao perfil. Posteriormente, com o apoio das Empresas BRISANET, MOB TELECOM, TELEMAR-OI, VIVO, CLARO e GOOGLE, os Investigadores conseguiram informações importantíssimas sobre o local exato de onde partiram boa parte das postagens e sobre quem estava realizando as publicações criminosas.

Após seis meses de investigações e depois de um longo trabalho de inteligência policial e análise de mais de 350 (trezentos e cinquenta) páginas de documentos e dados, os Investigadores concluiram que as pessoas de CÍCERO RODRIGUES FERREIRA (41 anos), AURILEIDE ALVES DE ASSIS (41 anos), JOSSENIR ALVES DE ASSIS (34 anos) e VINÍCIUS MENDONÇA ASSUNÇÃO (38 anos), eram os autores materiais das postagens caluniosas e difamatórias realizadas pelo perfil fake “FRANCISCO PIMENTA” durante os seus mais de 03 (três) anos de atuação. Os infratores foram localizados e notificados para comparecerem na Delegacia Regional de Iguatu/CE para serem interrogados e para prestarem esclarecimentos. Ao final das investigações, os infratores foram INDICIADOS pelos crimes de Calúnia, Difamação e Injúria (artigos 138, 139 e 140 do Código Penal) e responderão pelos crimes cometidos perante a Justiça da Comarca de Iguatu/CE. A quadrilha vai responder também por crime cibernético.

Ficou elucidado durante as investigações que o casal CÍCERO RODRIGUES e AURILEIDE realizavam boa parte dos acessos ao perfil fake usando a conexão de internet da sua própria residência e isso ocorria durante vários horários durante o decorrer do dia (manhã, tarde e noite). Além disso, a internet usada pelos dois para realizar as publicações, mais precisamente no ano de 2017, estava registrada no nome da pessoa de JOSSENIR ALVES, irmão de AURILEIDE. Em relação à pessoa de VINÍCIUS MENDONÇA, os Investigadores tomaram conhecimento de que ele teve acesso ao perfil fake do “FRANCISCO PIMENTA” e realizou postagens através do seu aparelho celular usando uma conexão 3G e também através de conexões de internet do seu local de trabalho.
Segundo o apurado durante toda a investigação, a motivação das postagens está relacionada diretamente a fins políticos e tinha o principal objetivo de denegrir a imagem do Deputado Estadual AGENOR NETO e de pessoas ligadas ao seu grupo político. Por outro lado, as postagens manipulavam a opinião pública sobre fatos políticos e sociais ocorrido no Município de Iguatu/CE e beneficiavam, por consequência, os adversários do Deputado Agenor Neto.

(Diário do Nordeste)
Polícia civil descobre quadrilha que produzia fake news em Iguatu Polícia civil descobre quadrilha que produzia fake news em Iguatu Reviewed by Fabiano Silva on 17:29:00 Rating: 5

Nenhum comentário