DESCASO: MORADORES DENUNCIAM ESGOTO A CÉU ABERTO EM RUA NA CIDADE DE FORQUILHA


Há mais de 3 anos  os moradores da Rua Zoraide Costa, em Forquilha, não aguentam mais ter que conviver com o esgoto a céu aberto na rua e com o total descaso da prefeitura. A tubulação da rede de esgoto não suportou a pressão e estourou. Hoje, a água suja escorre pelas ruas sem parar provocando um intenso mau cheiro.

De acordo com a Sra. Tamires residente na rua o problemas faz mais de 3 anos mais até agora nada foi resolvido. Além disso, os moradores tem de conviver com animais peçonhentos como aranhas, cobras, ratos e baratas mosquitos expostos a doenças.

“O mau cheiro é muito forte. Já entramos em contato com os responsáveis, os mesmo vieram aqui no local para verificar, mas até o momento nada foi resolvido”, disse a senhora Ana Paula.




NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Governo Municipal de Forquilha, através da sua Secretaria de Infraestrutura vem, por meio desta, esclarecer a situação a respeito do esgoto na Rua Laurindo Bonfim. Ocorre que no referido logradouro não existe rede da CAGECE para captação de esgoto, sendo esta a empresa responsável pelo recolhimento de água servida.  As residências que ali foram sendo construídas não solicitaram a ligação de seus esgotos à rede de recolhimento da CAGECE, em virtude disso, parte dessa água vem sendo lançada a céu aberto.
No entanto, sensível ao transtorno que a situação causa a todos os moradores da rua em questão e demais cidadãos forquilhenses, e mesmo não sendo da competência do Governo Municipal, a Prefeitura de Forquilha tomou para si a responsabilidade, está arcando com os custos do saneamento do local, já tendo inclusive pago à CAGECE o material necessário para realizar a devida obra e está executando o trabalho de implantação desta rede de esgoto, não somente na Rua Laurindo Bonfim, mas também em diversas ruas adjacentes cujas algumas residências apresentam a mesma situação. Objetiva-se encerrar esta obra o mais breve possível, todavia, a previsão mínima é que os trabalhos sejam finalizados ao final do mês de dezembro, pois não basta resolver pontualmente a situação da Rua Laurindo Bonfim, uma vez que o sistema de esgotamento é interligado com outras ruas e isso requer uma ação mais cautelosa e ampla a fim de sanar o problema como um todo.
Os trabalhos iniciaram nas ruas com topografia mais alta, no entanto os estudos que foram feitos antes do início destas obras identificaram a existência de uma grande rocha com 40 metros de comprimento por 4 metros de profundidade. Essa rocha não pode ser implodida, pois tal ação afetaria as residências da área. Outros meios de retirada estão sendo estudados de forma a não acarretar nenhum impacto as construções próximas. Esse imprevisto de ordem natural acabou por adiar a conclusão da interligação dos esgotos destas ruas à rede de captação da CAGECE. O Governo Municipal de Forquilha continua estudando um meio de resolver a situação da melhor e mais breve forma possível, reafirmando a sua preocupação com o bem estar de todos os cidadãos deste município.

Aproveitamos a oportunidade para explicar também que casos como estes surgem devido a insistência de alguns proprietários de obras em não solicitar a ligação à rede coletora da CAGECE e optarem por lançar o esgoto de suas residências em via pública. Portanto, ao iniciar qualquer construção, deve-se solicitar à CAGECE não somente a ligação para fornecimento de água, mas também para a captação de esgoto. No caso das ruas que ainda não disponibilizam desta rede de recolhimento, o responsável pela obra deve construir fossas sumidouros, evitando assim que a água servida seja lançada a céu aberto. Para mais orientações, informações e dúvidas, a Secretaria de Infraestrutura de Forquilha conta com o Departamento de Fiscalização de Obras e se coloca à inteira disposição da população forquilhense.
DESCASO: MORADORES DENUNCIAM ESGOTO A CÉU ABERTO EM RUA NA CIDADE DE FORQUILHA DESCASO: MORADORES DENUNCIAM ESGOTO A CÉU ABERTO EM RUA NA CIDADE DE FORQUILHA Reviewed by Fabiano Silva on 16:45:00 Rating: 5

Nenhum comentário