Pelo menos sete ministros escolhidos por Michel Temer são alvos da Lava Jato



Dos 22 ministros escolhidos pelo presidente em exercício Michel Temer (PMDB)nesta quinta-feira (12), pelo menos sete estão sendo investigados na operação Lava Jato. O próprio Temer já teve seu nome citado por delatoresenvolvidos no esquema de corrupção da Petrobras.
O Secretário de Governo, Geddel Vieira Lima, foi citado na operação com suspeita de ter feito negociações com propina com a empreiteira OAC. O novo Ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Romero Jucá, também tem seu nome envolvido nas operações Lava Jato e Zelotes.
Outro indicado e alvo de investigação é o parlamentar Henrique Eduardo Alves, indicado para oMinistério do Turismo. Eduardo teve um mandato de busca sendo executado pela Polícia Federal em seu apartamento.
O ministro que ocupará a pasta de Cidades, Bruno Araújo (PSDB), tem seu nome citado em uma lista de doações feitas pela empreiteira Odebrecht, apreendida em uma das fases da Lava Jato em março de 2016. Ricardo Barros (PP), novo ministro da Saúde, tem situação similar à de Bruno, também aparecendo na lista da Odebrecht.
O futuro ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS), também é um dos citados na lista da Odebrecht, que é fonte de investigação da operação Lava Jato. No documento, o parlamentar é mencionado sob o apelido de “Bruto”. Quem também aparece na lista extensa é José Serra (PSDB), novo ministro das Relações Exteriores do peemedebista.
Confira a lista completa dos nomes dos ministros:
Gilberto Kassab, Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações
Raul Jungmann, Defesa
Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão
Geddel Vieira Lima, Secretaria de Governo
Sérgio Etchegoyen, Gabinete de Segurança Institucional
Bruno Araújo, Cidades
Blairo Maggi, Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Henrique Meirelles, Fazenda
Mendonça Filho, Educação e Cultura
Eliseu Padilha, Casa Civil
Osmar Terra, Desenvolvimento Social e Agrário
Leonardo Picciani, Esporte
Ricardo Barros, Saúde
José Sarney Filho, Meio Ambiente
Henrique Alves, Turismo
José Serra, Relações Exteriores
Ronaldo Nogueira de Oliveira, Trabalho
Alexandre de Moraes, Justiça e Cidadania
Mauricio Quintella, Transportes, Portos e Aviação Civil
Marcos Pereira, Indústria e Comércio
Fabiano Augusto Martins Silveira, Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)
Fábio Osório Medina, Advocacia-Geral da União
Pelo menos sete ministros escolhidos por Michel Temer são alvos da Lava Jato Pelo menos sete ministros escolhidos por Michel Temer são alvos da Lava Jato Reviewed by Fabiano Silva on 08:00:00 Rating: 5

Nenhum comentário