CRISE FINANCEIRA Secretário de Cultura pede demissão por não ter verbas para realizar seu trabalho


O vereador Guilherme Sampaio (PT) entregou, nesta terça-feira (23), em caráter irrevogável, o pedido de exoneração do cargo de secretário da Cultura do Estado do Ceará ao governador Camilo Santana (PT) por não ver perspectiva de uma chefia "forte, autônoma e com autoridade necessária" na pasta.
Guilherme afirmou ainda que, após treze meses à frente da pasta e diante dos "limites" da secretaria, deixar o cargo seria a "melhor contribuição" que pode dar. Os "limites" citados pelo petista se referem à falta de recursos destinados à Cultura.
Confira a nota na íntegra.
NOTA PÚBLICA
Apresentei hoje (23/02), ao governador Camilo Santana, em caráter irrevogável, meu pedido de exoneração do cargo de secretário da Cultura do Estado do Ceará.
Esta decisão é motivada por minha convicção pessoal, consolidada ao longo dos últimos meses, de que o ousado programa apresentado pelo governador exige uma Secretaria forte, autônoma e com autoridade necessária para a execução desta tarefa, o que não vejo em perspectiva.
Entendo que reconhecer esses limites, que se revelam após minha experiência durante 13 meses à frente da Secult, constitui, paradoxalmente, a melhor contribuição que posso dar, neste momento, à almejada evolução e ao desejado fortalecimento da política cultural do Estado e à condução do próprio governo.
Soma-se a esta motivação a iminência do calendário eleitoral,  o qual me impõe responsabilidades partidárias e prazos que se esgotarão brevemente.
Agradeço a confiança do governador Camilo, meu companheiro de partido, por cujo governo pretendo continuar torcendo e apoiando, e a colaboração de sua equipe.
Agradeço, especialmente, aos servidores e gestores da Secult e à comunidade cultural do Ceará, artistas, produtores, articuladores, militantes e entusiastas da cultura e a todos os cidadãos, razão de ser da política cultural, pelo apoio e pela acolhida.
Meu muito obrigado ainda à colaboração da Assembleia Legislativa, aos conselhos no âmbito da cultura e à correta cobertura que nosso trabalho teve dos órgãos de comunicação.

Fortaleza, 23 de fevereiro de 2016,
Vereador Guilherme Sampaio

CRISE FINANCEIRA Secretário de Cultura pede demissão por não ter verbas para realizar seu trabalho CRISE FINANCEIRA Secretário de Cultura pede demissão por não ter verbas para realizar seu trabalho Reviewed by Fabiano Silva on 07:33:00 Rating: 5

Nenhum comentário