Manelero é primo ou irmão do Didi ?



O figurinista e cenógrafo Sérgio Silveira juntamente com Hidário Matos diretor e produto da Empresa Mungando Produções estiveram três dias durante o mês de julho de 2013 no município de Forquilha - Ceará, promovendo oficinas técnicas de como projetar um Longa Metragem na forma profissional já que Forquilha hoje é conhecida nos meios televisivos como a “Capital do Cinema Amador do Brasil”, tendo como seu precursor Sr. Josafá Ferreira Duarte além de Paulo Sérgio Produções; Dijalma Prado; Ronaldo Rógis entre outros talentosos da mídia cinematográfica amadora. O município foi contemplado pela equipe do longa metragem “Rogar”, que  visitaram  os municípios de Quixadá, Sobral e Forquilha na busca de belas paisagens e cenários que pode compor as cenas do longa-metragem “Rogar” que será filmado em 2013 e lançado em 2014. O Diário Rogar mostra com seu título gráfico   “MENELERO:  O PRIMO (OU  IRMÃO) DO DIDI” 

Para finalizar nossos muitos encontros em Forquilha, apresento a vocês seu Manuel Lero, o Manelero. Irmão de criação de nada mais nada menos, do que Renato Aragão, o Didi. Para quem não sabe, o Didi é nascido em Forquilha, antes do município se emancipar de Sobral. Conhecemos seu filho, que também participou do mini curso e nos acompanhou durante algumas visitas de locação. Claro que sabendo do fato, fomos em busca deste senhor. Na beira do rio está seu santuário de lixo, ossos e gordura. Ficamos espantados ao vermos uma espécie de centro de reciclagem no meio da mata, porém, aquilo tudo não é um lixão, nem mesmo centro de reciclagem, nem um espaço de guardar as sobrar das produções cinematográficas de Forquilha. Feito um castelo de lixo reciclável, ele amontoa milhares de ferro velho. Geladeira, fogões, micro ondas, bicicletas, cadeiras, mesas, carros, freezers, molas, sofás, computadores, impressoras e muito mais que possamos imaginar desse panteão que compreendem os objetos de consumo. Muita coisa mesmo, espalhadas, algumas áreas mais organizadas, divididas por objetos, outras bem menos. No meio disso tudo ficam duas caldeiras, que ele e dois ajudantes retiram toda a gordura das ossadas de animais para ferver e virar uma espécie de sebo. O cheiro é horrível! Após a gordura ferver em grandes panelas de alumínios, eles coam e deixam esfriar. O torresmo que fica ele também aproveita. A gordura é vendida para fazer sabão e o torresmo e as ossadas para fazer razão para animais. É desse trabalho que ele tira seu sustento, do qual parte deverá ser gasto com alguma sucata no decorrer do dia. Pois segundo seu filho, quando ele anda nas ruas o pessoal fica oferecendo e ele vai comprando. O resultado disso é impressionante. Ele nos conta que quando está muito cheio, ele chega a vender apenas parte das sucatas, mas a maioria vai ficando. Só carros ele tem seis, apenas um funcionando. Tem também uma moto que ele mesmo construiu. Já construiu algumas, pois quando ele é parado por uma blitz de trânsito e os guardas lhe pedem os documentos, ele já vai dizendo, “podem levar, eu faço outra!”. Quanto a ser irmão do Didi, o que ficamos sabendo é que ele é primo adotivo, que foi criado por uma tia do Didi. Mas percebemos que era uma história meio mal contada. Quando o vimos, logo vimos que ele era a cara do trapalhão. Achamos que ele é irmão de sangue, porém, foi criado como um primo adotivo. No mínimo a família sabendo da existência de uma possível aventura extraconjugal, resolveram assumir a criança e passando a ser criado por uma irmã do pai do Renato Aragão. As fotos não negam!
 
Manelero é primo ou irmão do Didi ? Manelero é primo ou irmão do Didi ? Reviewed by Fabiano Silva on 14:59:00 Rating: 5

Nenhum comentário