LEMBRANÇAS QUE NÃO SE ACABAM EM FORQUILHA É DO PADRE EDSON FROTA


No mês de agosto, os católicos da região terão um bom motivo para relembrar um dos mais virtuosos sacerdotes da Diocese de Sobral. Refiro-me aos trinta anos do falecimento do Pe. José Edson Frota. Nasceu a 5 de dezembro de 1917, em Recife (PE), por acaso, mas com poucos meses de vida veio para Sobral (CE), onde foi batizado. Eram seus pais José Mendes Carneiro e Lucília Rodrigues Frota, casados em Sobral. Estudou as primeiras letras com as professores Delfa Amélia e Chaguinha Lima, tendo-as completado no Colégio Nossa Senhora da Assunção desta cidade, de propriedade de Mocinha Rodrigues. Ingressou no Seminário de Sobral a 2 de dezembro de 1932, onde concluiu o Curso Secundário. No Seminário de Fortaleza (CE), estudou Filosofia e Teologia de 1937 a 1942. Juntamente com outros sete colegas, foi ordenado na Catedral de Sobral a 25 de outubro de 1942, por Dom José Tupinambá da Frota. Padre Edson dedicou a vida inteira à Igreja e à Educação, tendo sido abnegado Vigário Cooperador da Catedral Diocesana desde sua ordenação. De 1943 a 1964 lecionou no Seminário da Betânia, do qual também foi Vice-Reitor. A 19 de março de 1971 assumiu o cargo de Vigário Dominical de Frecheirinha (CE), permanecendo até dezembro de 1973. De junho de 1975 a dezembro de 1980 exerceu o mesmo cargo em Coreaú (CE). Exerceu as funções de Chanceler do Bispo por três lustros (15 anos). Desempenhou com o mesmo brilhantismo e zelo várias outras funções. Foi Diretor Diocesano da Obra das Vocações, Diretor Diocesano da Obra Pontifícia da Propagação e Diretor Diocesano da Obra da Santa Infância. Em reconhecimento do seu trabalho, Dom Walfrido Teixeira Vieira conseguiu da Santa Sé o título Cônego Honorário da Basílica de São Pedro, em Roma. Cônego Edson Frota Mendes, depois de ter sido verdadeiro sacerdote de Cristo durante quarenta e dois anos, dez meses e treze dias, faleceu aos 67 anos, às 15h, do dia 18 de agosto de 1985, na Casa de Saúde São Raimundo de Fortaleza, vítima de parada cardíaca. Seu corpo foi trasladado para Sobral, onde recebeu grande homenagem do clero e dos católicos. Em seguida, foi sepultado no cemitério São José desta cidade. "A figura franzina e delicada que foi Cônego Edson Frota, mas que representa o protótipo do exemplar servo de Deus, jamais poderá ser esquecida pela  população de Sobral e das localidades onde serviu e somente fez o bem", dizia Pe. Fernando Aguiar Frota. Já o Pe. Valdery da Rocha, Pároco de Cruz (CE), assim descreve seu colega Côn. Edson Frota: "Criatura amável, simples e compreensiva, soube superar suas limitações e nos honrou com um proveitoso paroquiato. Era um homem de Deus, um grande missionário". A Câmara Municipal o homenageou dando o nome de Rua Padre Edson (CEP 62016-170) a uma das artérias do bairro Padre Palhano, nesta cidade.  Fonte da matéria completa é do Blogger Artemísio da Costa acessando o link abaixo
http://artemisiodacosta.blogspot.com.br/2015/06/padre-edsonfrota-no-mes-de-agostoos.html - Estas e outras no diário do Pesquisador da Pré-história e Radioamador Célio Cavalcante membro correspondente da ACEJI e do Jornal Circular da cidade de Sobral-Ceará.

LEMBRANÇAS QUE NÃO SE ACABAM EM FORQUILHA É DO PADRE EDSON FROTA LEMBRANÇAS QUE NÃO SE ACABAM EM FORQUILHA É DO PADRE EDSON FROTA Reviewed by Fabiano Silva on 15:11:00 Rating: 5

Nenhum comentário