Mulheres presas por dirigir são soltas depois de 70 dias na cadeia

A Arábia Saudita é o único país do mundo onde ainda é proibido mulheres ao volante
Duas mulheres daArábia Sauditaresolveram desafiar as regras do país e foram presas. O motivo da prisão: as mulheres são proibidas de dirigir carro no país. Depois de 70 dias na cadeia as duas, Loujain al-Hathloul, de 25 anos e Maysa al-Amoudi, de 33 anos foram soltas.
Loujain foi presa quando fazia uma manifestação para acabar com essa regra. Ela tentou entrar na Arábia Saudita, cruzando a fronteira com o Emirados Árabes Unidos dirigindo.
Ao perceber o que acontecia, Maysa, uma jornalista e amiga de Loujain, tentou ajudá-la e foi detida também.
Esse tipo de comportamento, para o país, foi preocupante, já que a duas fizeram críticas ao governo, o que gerou rumores de que elas passariam a ser tratadas como terroristas.
Na Arábia Saudita, apenas homens têm o direito de ter a carteira de motoristas. Quando uma mulher é encontrada dirigindo corre o risco de multa e prisão.
No entanto, a duas sauditas tentaram realizar diferentes campanhas para flexibilizar a restrição, mas ainda não obtiveram sucesso.

Redação O POVO Online
Mulheres presas por dirigir são soltas depois de 70 dias na cadeia Mulheres presas por dirigir são soltas depois de 70 dias na cadeia Reviewed by Fabiano Silva on 00:27:00 Rating: 5

Nenhum comentário