Rádio Forquilha online

Fã de praia e carnaval, cadeirante quer ser musa do topless no Rio



Natache Iamayá foi convidada para fazer ensaio sensual. 
No Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, ela fala de preconceito.
Cristina BoeckelDo G1 Rio
Frequentadora das areias do Recreio
Fã de praia, ela costuma frequentar a orla do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, bairro em que mora. Lá, ela bate ponto todo fim de semana. Definido como “o lugar que mais ama no mundo”, ela foge do perfil contemplativo. “Eu costumo ficar na areia e, quando tem alguém para entrar comigo, eu vou para o mar”.
Natache também costuma frequentar o calçadão durante a semana, para encontrar os amigos nos quiosques e jogar conversa fora.
Filha de uma família com mais três irmãos, Natache foi obrigada a trancar o curso de direito há cinco anos por causa dos efeitos da doença, para tratar da saúde. “Era uma época que eu tinha muita dificuldade de andar sozinha. Foi quando comecei a andar de cadeira de rodas. Parei porque estava difícil conciliar. A doença traz uma debilidade de energia”.
A relação com os pais é boa, segundo ela, apesar da dificuldade em acompanhar o ritmo de Natache: ela gosta de ir para a rua, eles são mais caseiros.Paixão pelo carnaval
Os cuidados com a saúde incluem uma rotina de muitas atividades para estimular o corpo: musculação, pilates, estimulação russa, tratamento fonoaudiológico e psicológico. Os encontros com um psicólogo acontecem somente há um mês, para ajudar a sair de um estado depressivo. “Eu acho que estou bem hoje, porque eu fiquei mal por um tempo. Eu ainda me sinto mal em alguns momentos. A análise é para cuidar da autoestima e do emocional mesmo”.
Com uma vida social agitada, Natache gosta de se divertir com os amigos em festas e não tem medo de aglomeração. “Eu adoro carnaval. Eu gosto de tudo que é festa. E as pessoas acham um absurdo ir em lugares com aglomeração. Mas eu sempre conto com os meus amigos e a minha família. Eu não seria ninguém sem eles”.
Perguntada sobre a vida afetiva, a candidata afirma que tem alguns relacionamentos. “Tenho namorados, mas nada sério. Estou à procura. A vida está aí para ser vivida. Afinal de contas, por que não?”
Fonte: Ceara em Rede
Fã de praia e carnaval, cadeirante quer ser musa do topless no Rio Fã de praia e carnaval, cadeirante quer ser musa do topless no Rio Reviewed by Fabiano Silva on 12:31:00 Rating: 5

Nenhum comentário